Do real ao virtual: Museu de Paleontologia de Marília inova e cataloga objetos e fósseis em 3D

Do real ao virtual: Museu de Paleontologia de Marília inova e cataloga objetos e fósseis em 3D

21 de fevereiro de 2016
|
0 Comentários
|

timthumb

Os objetos e fósseis do Museu de Paleontologia de Marília estão sendo catalogados em 3D para facilitar a interação com o público e melhorar o aprendizado dos visitantes. Todo o processo tecnológico é promovido pela empresa Novitas em parceria com a empresa Guilda3D e o COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab) – laboratório de pesquisa dos cursos de Bacharelado em Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM (Centro Universitário Eurípides de Marília), vinculado ao Centro de Inovação Tecnológica de Marília (Citec-Marília) – e conta com o apoio da Prefeitura de Marília – por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo.

“Os catálogos 3D são uma importante ferramenta que, em breve, será disponibilizada aos visitantes do Museu de Paleontologia, que poderão ‘manusear’ fósseis e réplicas de uma forma bastante interativa, conhecer todo o acervo e saber informações sobre onde, quando e como foram descobertos, que animais do passado representam. Enfim, uma tecnologia cada vez mais empregada e acessível ao público, tornando os espaços culturais e turísticos mais atraentes (como o Museu de Paleontologia) e estimulando a busca pelo conhecimento”, destacou William Nava, coordenador do Museu de Paleontologia de Marília.

Segundo o diretor da Novitas, Fábio Rodrigues Jorge, a iniciativa busca transformar a interação entre o público e o acervo em uma grande experiência digital para os frequentadores do Museu. “Conhecer e explorar objetos e ambientes nem sempre é uma tarefa simples. Muitas vezes, o acesso físico é restrito, ou no caso de objetos virtuais, há barreiras que nos impedem de analisá-los em detalhes, como a falta de fotos de qualidade ou a sua ausência em 3D”, ressaltou Fábio Rodrigues Jorge.

“Este trabalho de digitalização vai permitir a geração de modelos 3D para visualizá-los em sistemas computacionais – navegadores, tablets, smartphones e telas sensíveis ao toque, entre outros – e melhorar o dinamismo do aprendizado”, afirmou o Professor Doutor Leonardo Botega, um dos pesquisadores do laboratório COMPSI e docente dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM.

Dentre as peças digitalizadas encontram-se partes do Titanossauro e Mariliasuchus, encontrados na região de Marília.

“O Museu de Paleontologia ganha um importante aliado em seu processo de renovação para que possamos transformá-lo num efetivo e permanente produto turístico de Marília. E, agora, com o respaldo do consolidado polo de tecnologia de informação da nossa cidade”, comentou Cássio Luiz Pinto Júnior, secretário municipal de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Para conhecer o trabalho que está sendo desenvolvido para o Museu de Paleontologia de Marília, o interessado já pode acessar o endereço eletrônico: www.catalogo.novitasdi.com.br/mariliasuchus.

Mais informações sobre o sobre este trabalho também podem ser consultadas no website da Novitas: www.novitasdi.com.br

Sobre o Museu de Paleontologia

O Museu de Paleontologia de Marília completou 11 anos em novembro de 2015. Por iniciativa do paleontólogo William Nava, que desde 1993 realiza escavações pela região em busca de fósseis de animais da Era dos dinossauros, foi inaugurado em 2004 pela Prefeitura de Marília – por meio da Secretaria Municipal da Cultura.

“É uma honra poder compartilhar todo esse conhecimento adquirido ao longo de tantos anos de pesquisa, estudos e escavações. Recebemos milhares de pessoas do Brasil e também de outros países, pois o Museu é um grande disseminador de conhecimento sobre o tema. Temos essa riqueza em nosso subsolo, que são os fósseis e temos que, na medida do possível, tirar o máximo proveito desses objetos que ficaram preservados, divulgando, expondo e pesquisando”, disse Nava.

O Museu de Paleontologia funciona, de segunda à sexta-feira, das 9 às 17 horas, e está localizado na Avenida Sampaio Vidal, esquina com Av. Rio Branco. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: 3413-6238.

Fonte: http://marilia.sp.gov.br